Photo
Photo
Text
Bem-aventurados os que não viram, e creram. (Jo20.29.)

Como é forte a cilada das coisas visíveis, e como é necessárioque Deus nos conserve voltados para as invisíveis! Se Pedro vai andarsobre as águas, precisa andar; se vai nadar, precisa nadar; mas não podefazer as duas coisas ao mesmo tempo. Se um pássaro vai voar, precisaafastar-se das cercas e árvores e confiar em suas asas. Mas se procurarconservar o chão ao seu alcance, seu vôo será bem precário.

Deus teve que levar Abraão ao limite de suas próprias forças;mostrando-lhe que em seu próprio corpo ele nada podia. Abraão precisouchegar a considerar seu corpo como amortecido, para depois esperar queDeus realizasse a obra toda; e quando tirou os olhos de si mesmo econfiou só em Deus, então ficou inteiramente persuadido de que, se Deushavia feito a ele a promessa, era também poderoso para cumpri-la.

É isso que Deus está-nos ensinando, e muitas vezes Ele tem queafastar da nossa vida os resultados positivos, até que aprendamos a nEleconfiar, sem o apoio deles. Então terá prazer em tornar a Sua Palavrabem real para nós por meio de fatos visíveis, assim como já nos é real pormeio da fé.

Video
Video

Aprendendo o dialeto napolitano… fácil assim

Link

Bumerangue!: O que mais vocês esperavam de uma segunda-feira?

bumerangue:

Minha mãe passou aqui hoje pra me emprestar dois DVDs de uma minissérie sobre o escritor Honoré de Balzac: Balzac Episódio I - Ameaça fantasma e Balzac Episódio II - Ataque dos clones.

Deve ser demais!

***

Eu acho que o Felipe Folgosi vai ser o vencedor de A Fazenda porque os paranormais do…

Source: bumerangue
Photo

Our dreams, they are made out of real things…

Photo
Quote

"Para o céu, todo vento que sopra é bom. Quem ainda não aprendeu isto, ainda não é mestre na arte, é apenas aprendiz. A única coisa que não ajuda a ninguém é a calmaria. Norte ou sul, leste ou oeste, não importa, qualquer vento pode nos levar em direção àquele porto bendito. Procuremos apenas uma coisa: fazer-nos ao mar alto, e então, não tenhamos medo de ventos tempestuosos. Façamos nossa a oração daquele velho crente: “Ó Senhor, manda-nos ao mar alto, às águas profundas. Aqui, nós estamos tão perto dos recifes que, à primeira brisa do inimigo, seremos feitos em pedaços. Senhor, manda-nos ao mar alto — às águas profundas, onde teremos espaço bastante para obter uma gloriosa vitória.”"

- Mark Guy Pearse
Video

Trabalho dos meninos do Goma Oficina na Escola da Cidade